Consulta Aqui | Dia do fisioterapeuta

Dia do fisioterapeuta

Dia do fisioterapeuta

A fisioterapia é uma ciência da saúde, aplicada ao estudo, diagnóstico, prevenção e tratamento de disfunções cinéticas funcionais de órgãos e sistemas. Dia 13 de outubro é o dia desse importante profissional e, em comemoração, a Dra. Jessica Praxedes, fisioterapeuta do Consulta Aqui, fala da abrangência da especialidade nas mais diversas áreas da medicina.

“Quando falamos em fisioterapia, a primeira imagem que nos vem à cabeça é a de reabilitação ortopédica, como aquele atleta que está afastado do campo porque sofreu uma contusão ou fraturou algum membro. Contudo, é muito mais do que isso. É uma área da saúde que evoluiu muito nos últimos anos e é de fundamental importância tanto para resolver problemas ortopédicos ambulatoriais, estéticos, quanto também no tratamento de pacientes graves internados nos hospitais”, explica a Dr. Jessica.

São muitas as áreas de atuação da fisioterapia. Entre as quais, podemos citar:

Ortopedia, prevenindo e tratando os distúrbios musculoesquelético, tendinites, traumas/fraturas, atuando em processos pós-operatórios, hérnia de disco, contraturas, estiramentos musculares e lesões ligamentares;

Reumatologia, melhorando a mobilidade articular e minimizando a dor, como artrite, osteoporose, lúpus, fibromialgia e alterações posturais com Reeducação Postural Global (RPG);

Urologia, recomendada para disfunções do assoalho pélvico, como incontinência urinária, que pode ocorrer em qualquer idade;

Neurologia, atuando em pacientes que tiveram os movimentos comprometidos por Acidente Vascular Encefálico (AVE) – nesses casos, deve-se iniciar a fisioterapia ainda no hospital para estimular o cérebro a reorganizar melhor as informações – Alzheimer, paralisia cerebral, autismo e outras enfermidades neurológicas;

Geriatria, para idosos com alterações posturais, que estão mais sujeitos a sofrer quedas. É importante corrigir a postura e aumentar a força muscular do paciente para evitar tais quedas, que são frequentes no ambiente doméstico, e garantir uma melhor qualidade de vida;

Respiratória, aos que apresentam distúrbios respiratórios crônicos como asma, bronquite, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). Sempre indicada também aos pacientes acamados e hospitalizados por longos períodos, pois, a imobilidade altera a mecânica respiratória;

E na dermatologia, onde o profissional que atua com fisioterapia dermatofuncional busca prevenir e recuperar a saúde da pele. Também melhora a hidratação e nutrição celular, agiliza o processo de cicatrização, promove a vascularização arterial e venosa, favorece a absorção e desaparecimento de hematomas e reduz a retenção de líquido nos tecidos.

“Além de promover um relaxamento do paciente, melhorando assim sua autoestima a fisioterapia pode agir contra a flacidez da pele, a gordura localizada, estrias, queimaduras e úlceras de pressão”, complementa a profissional.

Outra técnica bastante utilizada é o recurso terapêutico manual, como drenagem linfática, massagem clássica, massagem reflexa.

No mais, existem várias situações em que a fisioterapia é útil. Uma visita ao fisioterapeuta pode ajudar a identificar más posturas ou práticas incorretas no esporte, por exemplo, e prevenir problemas futuros”, finaliza a Dra. Praxedes.

Fonte: MCAtrês