Consulta Aqui | Varizes também acontecem nos homens.

Varizes também acontecem nos homens.

Varizes também acontecem nos homens.

As varizes são veias doentes que possuem alterações estruturais que dificultam o retorno venoso para o coração, geralmente nos membros inferiores. Os principais sintomas são dores nas pernas, inchaço, sensação de peso, câimbras e queimações.

Devido a questões hormonais e genéticas, as mulheres são mais acometidas pelas varizes, contudo, os homens também podem ser afetados pela doença. “As causas de varizes no sexo masculino são diversas, porém, a principal é o fator genético. Fatores como ocupação profissional, sedentarismo e obesidade também podem ser responsáveis pelo acometimento”, explica o Dr. Matheus Mozini, Médico Vascular e Endovascular do Consulta Aqui (Grupo HAS).

O tratamento das varizes no sexo masculino não difere do tratamento do sexo feminino. Se dá, inicialmente, por meio de medidas comportamentais como perda de peso, alimentação saudável e balanceada, atividade física regular, uso de meias elásticas, venotônicos (medicamento) e cirurgias.

“As cirurgias, dependendo do caso, podem ser as convencionais, com a realização das flebectomias e aplicação de espumas densas dentro dos vasos doentes, ou as mais modernas, como o laser transdérmico e endolaser”, diz o Dr. Mozini.

O médico lembra que as cirurgias se fazem necessárias após a falha do tratamento conservador, como o uso de meias elásticas e medicações, ou quando o paciente apresenta um estágio mais avançado da doença, com presença de vasos tortuosos ao exame físico e/ou com a presença de úlceras ativas ou cicatrizadas nas pernas.

A prevenção, por meio das ferramentas já citadas, como atividade física e alimentação, é sempre importante, porém, em alguns pacientes pode prevalecer o fator genético e a doença se manifestar mesmo com tais medidas. “No mais, a saúde vascular deve ser levada a sério. É de extrema importância a visita periódica ao cirurgião vascular, tanto para o tratamento das varizes, quanto para o diagnóstico de inúmeras outras doenças vasculares que podem ser tratadas precocemente, como a aterosclerose, os aneurismas de aorta, os pés diabéticos e muitas outras”, finaliza o médico do Consulta Aqui.

Fonte: MCAtrês