Consulta Aqui | Desvio de septo – Sintomas, diagnóstico e tratamento.

Desvio de septo – Sintomas, diagnóstico e tratamento.

Desvio de septo – Sintomas, diagnóstico e tratamento.

O septo nasal é uma estrutura composta por ossos e cartilagem, recoberta pela mucosa nasal. Se localiza na linha média do nariz, que divide as narinas.

Já o desvio do septo nasal ocorre quando essa estrutura não está devidamente centrada ou quando há alguma tortuosidade que obstrui o nariz. “O principal problema causado pelo desvio de septo é a obstrução nasal, geralmente do lado do desvio, contudo, dependendo da localização e do tipo, pode causar ainda cefaleia rinogênica (dor de cabeça) e facilitar episódios de sinusite”, explica o Dr. André Fraga Moreira, Otorrinolaringologista do Consulta Aqui (Grupo HAS).

Nem sempre a presença do desvio causa algum tipo de sintoma ou problema, contudo, segundo dados da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF), estima-se que 80% da população tenha a parte interna do nariz torta e, consequentemente, apresente algum grau de dificuldade para respirar.

Em casos mais acentuados, o desvio de septo nasal pode causar:

  • Sensação de nariz constantemente entupido;
  • Necessidade de respirar pela boca;
  • Ronco;
  • Síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS);
  • Sinusite;
  • Sangramento nasal;
  • Dores de cabeça (cefaleia);
  • Dores na face;
  • Cansaço;
  • Redução do olfato.

 

O diagnóstico se dá por meio de avaliação física em consultório, onde o médico otorrinolaringologista pode solicitar outros exames como nasofibrolaringoscopia, videoendoscopia nasosinusal e/ou tomografia dos seios da face.

Nos casos em que os desconfortos causados pelo desvio de septo não são constantes, o tratamento é realizado com medicamentos para amenizar os sintomas. “Já em outros casos, quando a cirurgia denominada septoplastia é recomendada, o paciente se submete ao procedimento em ambiente hospitalar, geralmente sob anestesia geral e, na maioria das vezes, devido à tranquilidade do pós-operatório, a alta é no mesmo dia”, esclarece o Dr. André.

O médico do Consulta Aqui ainda aconselha que pessoas que apresentem alguns dos desconfortos ou sintomas descritos procurarem ajuda médica especializada de um otorrinolaringologista, para evitar o agravamento da condição e as doenças que podem decorrer dela.

Fonte: MCAtrês