Consulta Aqui | Procedimentos estéticos podem matar! Como evitar riscos desnecessários?

Procedimentos estéticos podem matar! Como evitar riscos desnecessários?

Procedimentos estéticos podem matar! Como evitar riscos desnecessários?

O Brasil, está em 2° lugar, atrás apenas dos Estados Unidos na procura por tratamento estéticos e cirurgias plásticas. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC), 60% das cirurgias plásticas feitas no país, são estéticas, porém se feitas em local inadequado ou com médicos inexperientes, podem matar.

Antes da procura por um especialista para realizar um procedimento estético, é preciso que se reflita se realmente é necessário fazer uma intervenção cirúrgica, ou se não é apenas modismo ou excesso de vaidade. “A chamada cirurgia estética é realizada para corrigir alguma deformidade que limite o bem-estar do paciente. Nem sempre estes pacientes têm algum tipo de doença caracterizada, mas possuem alguma alteração em uma região do corpo que limita a autoestima ou traga uma insatisfação que restringe suas atividades no seu cotidiano. O procedimento é indicado quando os benefícios de sua realização são maiores que os riscos implicados na realização deste”, explica o Dr. Matthias Weinstock, Cirurgião Plástico do Centro Médico Consulta Aqui.

O ideal é se informar ao máximo sobre o Cirurgião Plástico, ter boas indicações ou opiniões de um médico de confiança, por exemplo. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica disponibiliza no seu site www.cirurgiaplastica.org.br informações sobre seus membros especialistas. Isso garante um tratamento com mais segurança e melhores resultados.

Fonte MCAtrês